Estrutura


Todo documento acadêmico terá elementos pré-textuais, elementos textuais e elementos pós-textuais. Tais elementos devem conter os dados explicitados a seguir, na respectiva ordem apresentada. Todos são obrigatórios, exceto os identificados como tal.

ð     Pré-Textuais
Os componentes pré-textuais de documento acadêmico devem ser dispostos na página de acordo com as normas ABNT e as estabelecidas neste manual, em razão da organização de seus espaços, e, finalmente, para uma aparência homogênea, clara e limpa, como dever ser qualquer trabalho dessa natureza.

 

Capa

Deve ser redigida em fonte Arial. Apresenta-se na capa dados identificadores da obra, tais como:

a) Instituição: centralizado, tamanho 14, letras maiúsculas e em negrito, primeira linha da página;
b) Curso: centralizado, tamanho 14, letras maiúsculas e em negrito, segunda linha da página;
c) Autor: centralizado, tamanho 13, somente iniciais de nomes em maiúscula, sem negrito;
d) Título: centralizado, tamanho 14, em negrito, letras maiúsculas, situa-se no meio da página;
e) Local e ano: centralizado, tamanho 12, sem negrito, só inicial em maiúscula, penúltima (cidade) e última (ano) linhas.

O espaçamento dos termos contidos na capa deve ser 1,5 cm.

Folha de rosto

Possui os seguintes elementos:

a) Autor: centralizado, fonte Arial e tamanho 14, letras iniciais do nome maiúsculas e em negrito, primeira linha da página;

b) Título e subtítulo (se houver), precedido de dois pontos ( : ): centralizado, tamanho 14, em negrito, letras maiúsculas;

c) Nota: indicando a natureza acadêmica (grau, área e/ou disciplina), na qual explicita de que se trata a obra (monografia, dissertação ou tese), seu objetivo (titulação), a instituição a que é submetido, a unidade de ensino (departamento, curso, setor, etc.), fonte Arial e tamanho 11, letras minúsculas e sem negrito, espaçamento simples entre linhas. Alinhamento justificado, margem esquerda alinhada na metade da página;

d) Área de concentração: indicar a qual das linhas de pesquisa o trabalho está inserido, fonte Arial e tamanho 12, letras iniciais maiúsculas e sem negrito, alinhamento à esquerda;

e) Orientador: Arial e tamanho 12, só iniciais em maiúscula, alinhado a esquerda, um espaço (1,5) abaixo da área de concentração do trabalho, alinhamento à esquerda;

f) Local e ano: centralizado, tamanho 12, sem negrito, só inicial em maiúscula, penúltima (cidade) e última (ano) linhas.

 

Ficha catalográfica

Deve-se incluir a ficha catalográfica no verso da folha de rosto, em teses e dissertações. A ficha catalográfica deverá ser elaborada pela Biblioteca da instituição.


Folha de aprovação

Deve conter:

Instituição
Autor
Título / subtítulo (se houver), precedido de dois pontos ( : )
Nota indicando a natureza acadêmica (grau área e/ou disciplina), a unidade de ensino (departamento, curso, setor etc.) instituição, e o nome do orientador ou professor
Data de aprovação
Conceito
Nome completo dos membros da comissão julgadora ou banca examinadora, filiação e espaço para assinatura
Local
Ano


Agradecimentos (Opcional para todos)

O título AGRADECIMENTOS deve ser incluído no alto da folha de modo centralizado, em folha distinta após dedicatória, em tese, dissertações e monografias (TCC).

Dedicatória (Opcional para todos)

Localizada abaixo da metade inferior da página à direita;
Colocado em folha distinta logo após o termo de aprovação, no caso de teses e dissertações, ou após a folha de rosto, no caso de monografias (TCC).

 

Epígrafe (Opcional para todos)

Frase representativa do contexto do trabalho. Deve estar entre aspas, com indicação de autoria e localização na metade inferior da página, à direita, em folha distinta, após o termo de aprovação em teses e dissertações. Pode figurar também no início de seções de nível 1 ou nas principais divisões do trabalho. Em monografias (TCC) e outros trabalhos pode aparecer após folha de rosto.

Resumo/Abstract

É a representação concisa dos pontos relevantes do texto. Deve ser apresentado em folha distinta, não devendo ultrapassar 500 palavras nas teses e dissertações. Em monografias (TCC), no máximo 250 palavras.

 

Deve ser apresentado obrigatoriamente um resumo em língua vernácula e outro em língua estrangeira. As teses deverão conter resumo em duas línguas estrangeiras, uma delas sendo necessariamente em inglês.

 

Incluir palavras-chave (no resumo em português) e keywords (no resumo em inglês), ao final. O resumo é denominado abstract em inglês, resumen em espanhol, résumé em francês, riassunto em italiano, e zusammenfassung em alemão.


Listas

·   Lista de Ilustrações (Tabelas, Quadros e Figuras)

É a relação de tabelas, quadros e figuras existentes em um trabalho. Deve ser apresentada em folha distinta incluindo-se palavra designando o tipo de ilustração, número de ordem, título e página. Elaborar lista própria para cada tipo, desde que a mesma apresente, no mínimo, cinco itens. Caso contrário, elaborar única lista denominada LISTA DE ILUSTRAÇÕES.

·   Lista de Siglas (abreviaturas, símbolos)

Relação alfabética das abreviaturas, reduções, siglas e símbolos usados no texto, seguidos das palavras ou expressões correspondentes, por extenso.

Sumário

É a enumeração progressiva dos capítulos, seções ou partes do trabalho, cujos indicativos devem conter os títulos das seções na sequência que aparecem no texto, em seguida acrescentar linha pontilhada e página inicial de cada seção.

 

Relacionar títulos de elementos pós-textuais, sem indicativo de numeração. Utilizar o mesmo padrão gráfico empregado no texto, nos capítulos, seções ou partes.

 

A numeração progressiva das seções, no sumário, permite a localização imediata de cada parte no documento. Algarismos arábicos devem ser usados na numeração, que segue sequência dos números inteiros a partir de 1.


ð     Elementos Textuais

Os elementos textuais são aqueles que constituem o núcleo do trabalho. É a parte onde será apresentado o conteúdo de todo o trabalho, sendo composto por: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Introdução

Enunciado geral, claro e simples sobre o tema do trabalho, incluindo informações sobre a natureza e a importância do problema. É preciso estabelecer os objetivos e a finalidade do trabalho, referindo-se aos tópicos principais do texto dando o roteiro ou a ordem de exposição.

Desenvolvimento

Parte mais importante do texto e mais extensa. Visa expor o assunto e demonstrar as principais ideias. Não existe padrão único para a estrutura do desenvolvimento dos trabalhos, o qual depende da natureza do estudo (experimental, não – experimental, de campo, de revisão bibliográfica ou outro). Deve ser dividido em seções, partes ou capítulos necessários para detalhamento do assunto.

Conclusão

Síntese de todo o texto fazendo uma análise crítica dos tópicos estudados na pesquisa. Deve ser breve e basear-se em dados comprovados. Dissertações e teses devem indicar problemas dignos de novos estudos.

ð     Pós-Textuais
São elementos complementares ao trabalho que devem estar como o próprio nome diz, após o texto. São elementos pós-textuais: fontes, glossário, apêndices e anexos.

Fontes

·   Bibliográficas e de Referências: É o conjunto padronizado de elementos descritivos que permitem a identificação de um documento no texto. As referências constituem uma lista ordenada dos documentos citados pelo autor no texto. A ordenação das referências deve aparecer após o texto em folha própria. Não confundir:


Referências: obras consultadas e obrigatoriamente citadas no texto.


Bibliografia: Obras consultadas e recomendadas pelo autor.


Glossário

É a relação, em ordem alfabética, de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou obscuro, com suas respectivas definições, seu objetivo é de propiciar ao leitor maior esclarecimento dos termos empregados no trabalho.

Apêndices

São materiais adicionais complementares ao texto, acrescentados ao final do trabalho, com a finalidade de esclarecimento ou de comprovação. Os Apêndices são elaborados pelo autor com objetivo de completar uma argumentação. Devem aparecer após as referências bibliográficas e ou glossário, localizando-se os anexos após os apêndices.

Anexos

São materiais adicionais complementares ao texto, porém não elaborados pelo autor. Servem de fundamentação, comprovação e ilustração, como mapa, leis, estatutos entre outros. Devem aparecer após as referências bibliográficas e ou glossário, localizando-se os anexos após os apêndices.

A tabela a seguir mostra a estrutura a ser apresentada numa monografia.